•  
     

Fundador do Cirque de Soleil é o 1º palhaço no espaço

Um bilionário canadense, o fundador do Cirque de Soleil Guy Laliberté, entrou na Estação Espacial Internacional hoje, após uma tranquila decolagem na Terra. Imediatamente Laliberté começou a brincar, já usando o tradicional nariz vermelho. Laliberté tornou-se o sétimo turista a viajar até a estação, onde ele pretende ser em parte do tempo um palhaço, mas também ressaltar a mensagem séria da falta de água potável no planeta, que está 335 quilômetros abaixo da estação espacial.

Laliberté viajou ao lado dos astronautas Jeffrey Williams, um norte-americano, e do russo Maxim Surayev. O palhaço deve retornar à Terra em 11 de outubro, enquanto os dois astronautas permanecem na estação por quase seis meses.


"Eu estou me adaptando muito bem. Eu amo isso - mas não queria ficar seis meses", disse Laliberté em um vídeo para a Missão de Controle Russa, perto de Moscou. O empresário, também acrobata e engolidor de fogo, garantiu que faria cócegas nos colegas enquanto eles dormem.


Em uma parte séria da iniciativa, Laliberté prometeu ler um poema sobre a conservação de água na próxima sexta-feira, em um link via satélite. O ex-vice-presidente dos EUA Al Gore, o cantor Peter Gabriel e o grupo irlandês de rock U2 também participarão.


Nascido em Quebec, Laliberté, de 50 anos, tem uma fortuna estimada em US$ 2,5 bilhões. Ele é dono de 95% do Cirque de Soleil, fundado há 25 anos.