•  
     

Fui roubado, diz homem que acordou em autópsia

Carlos Camejo, o venezuelano que acordou no necrotério após ter sido declarado morto, disse ao jornal El Universal de seu país que vai processar o hospital pelo descuido e pelo sumiço de 600 mil bolívares (cerca de R$ 500). Camejo diz ainda que sua aliança de casamento desapareceu.

autopsia.jpg
autopsia.jpg (18.8 KiB) Visto 1260 vezes


Camejo, 33 anos, foi declarado morto após um acidente em uma rodovia e levado ao necrotério, onde os examinadores iniciaram a autópsia e perceberam que algo estava errado quando ele começou a sangrar.

Eles rapidamente tentaram costurar a incisão no rosto do homem. "Eu acordei porque a dor era insuportável", disse Camejo, segundo reportagem do El Universal.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/popular/in... 41,00.html
 
A galera rouba o cara até dentro da cova