•  
     

Fuga de dólares tira do país mais de US$ 4 bi até o meio do

BRASÍLIA - O Brasil teve fluxo cambial negativo de US$ 4,098 bilhões em dezembro, até o dia 19. O número é a diferença entre os dólares que entram e saem do país e significa que houve mais saída do que entrada.

Em igual intervalo do mês de dezembro de 2007, o fluxo era positivo em US$ 5,773 bilhões.

No acumulado de janeiro até a última sexta-feira, o movimento de câmbio ainda registrava saldo de US$ 1,292 bilhão, enquanto no mesmo período do ano passado o fluxo estava positivo em US$ 87,83 bilhões, de acordo com o Banco Central (BC).

Apenas na terceira semana do mês, a saída líquida ficou próxima de US$ 1,9 bilhão.

Dados divulgados pelo BC apontam que as operações de comércio exterior geraram US$ 29 milhões em saldo positivo no mês até o dia 19, enquanto o segmento financeiro registrava saídas líquidas de US$ 4,127 bilhões.

De acordo com o BC, nas três primeiras semanas de dezembro, os contratos de câmbio fechados para exportações somaram US$ 8,507 bilhões, sendo que o financiamento direto aos exportadores por meio de adiantamento de contrato de câmbio (ACC) somou US$ 2,623 bilhões.

As operações de importação atingiram US$ 8,478 bilhões, resultando em US$ 29 milhões em ingressos líquidos.

As operações do câmbio financeiro tiveram entradas de US$ 26,089 bilhões, nas diversas modalidades de empréstimos.

Mas as remessas de divisas em pagamento a compromissos externos, como lucros e dividendos das multinacionais, ou resgates de aplicações e pagamento de dívidas, totalizaram US$ 30,216 bilhões no mesmo intervalo de comparação.

Fonte: Folha Online