•  
     

Floresta dá lugar a pasto para bois clandestinos na Amazônia

Próximo a Marabá, no Pará, uma enorme área, que pertence à Agropecuária Santa Bárbara, já foi multada em mais de R$ 100 milhões por crime ambiental. A empresa possui 560 mil animais.