•  
     

Flagrante de domésticas que se arriscam nas fachadas de préd

O Brasil tem mais de seis milhões de empregados domésticos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A maioria trabalha sem carteira assinada, e, em alguns casos, corre perigos no dia-a-dia dessa atividade.



Não há uma estatística sobre o número de acidentes causados por trabalhos feitos dentro de casa. Mas uma série de flagrantes em vários pontos do Rio mostra funcionários pendurados limpando janelas em prédios. Em algumas situações eles correm até risco de morte.

Uma moradora afirma que sua empregada é avisada dos perigos.
“A gente orienta pra que ela não se pendure na janela porque é perigoso, tem risco de cair, mas isso não adianta. A gente fala pra ela limpar de dentro com um rodo, mas isso não funciona. Quando a gente vai ver ela tá pendurada", conta.

Segundo um consultor existem cuidados básicos para se evitar acidentes dentro de casa

“Ela (doméstica) vai lavar o chão, deve usar uma bota ou um tamanco pra não escorregar. Vai pegar uma panela quente e deve usar uma luva de pano. Quando for mexer com material tóxico, uma luva de pvc. Coisas simples e básicas que previnem”, explica.

O empregador pode ser processado pelo empregado em determinadas situações, mas o trabalhador doméstico não tem direito legal a se afastar por acidente de trabalho, segundo um consultor.
Ainda segundo o consultor, já se trabalha para mudar a lei.


"Acho que toda a sociedade tem que falar que o trabalhador doméstico é um cidadão, um trabalhador como outro qualquer. E ele é um contribuinte. Tem que ter todos os direitos que o amparem", afirmou.


Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL ... EDIOS.html