•  
     

Faculdade Batista faz culto ecumênico com conjunto Adventist

Autor : Fernando Galli Publicado em : Domingo, 02/08/2009


Há igrejas e faculdades teológicas que dão um péssimo exemplo às igrejas em como encarar movimentos considerados heréticos. Veja, por exemplo, um cartaz que a FACULDADE TEOLÓGICA BATISTA DE SÃO PAULO espalhou, convidando seus alunos para assistirem a um show (louvor) do GRUPO DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA, membros da UNASP (UNIVERSIDADE ADVENTISTA DE SÃO PAULO), o qual cantaria na Igreja Batista de Perdizes.

CLIQUE AQUI PRA VER O CARTAZ

Ora, se os Adventistas do Sétimo Dia ensinam que eles são a igreja remanescente. Que as outras igrejas que não guardam o sábado são filhas de Babilônia (a Igreja Católica, na opinião deles) e que as Igrejas Adventistas não recebam conjuntos e cantores de outras igrejas, POR QUE RECEBÊ-LOS em faculdades cristãs?

Os adventistas comprovadamente entendem que os batistas são sectários e perdidos pecadores longes da presença de Deus. Em um manual para evangelizar adeptos de seita – Estudando Juntos (Editado pela Editora da IASD) na página 122 os Adventistas ensinam como evangelizar os hereges batistas. Agora, como pode um reitor de uma faculdade teológica de tamanha envergadura cometer tamanha imprudência ao levar lobos para dentro da Igreja? E pior foram as desculpas dadas para tê-los trazido ali: "Foi um evento cultural", "As letras das músicas não feriram a fé cristã", "Foi uma bênção!".

Graças a Deus, alguns alunos, pelo menos uns vinte, se retiraram do local, pois lamentaram que um conjunto adventista do sétimo dia estivesse cantando ali. Afinal de contas, eles não foram ali para aprender, e sim para louvar o Jesus deles para nós. Será que o Jesus deles é o mesmo que o nosso? Segundo os Adventistas, o Jesus deles entrou no Santíssimo só em 1844 e desde então está lendo os arquivos celestiais para ver os as obras dos merecedores da vida eterna, o que eles chamam de juízo investigativo, como se Jesus, o Todo-Poderoso, precisasse investigar algo.



fonte:http://www.cacp.org.br/adventismo/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=2101&menu=1&submenu=6
 
Interessante... ^^
 
Sem dúvida alguma sobrou falta de educação aos alunos que se retiraram do evento. Quando somos convidados a um casamento em uma Igreja católica onde o oficiante será evidentemente um padre, não cometemos, ou pelo menos não deveríamos cometer a grosseria de sair, revelando total desprezo pelo respeito que cada pessoa merece. A começar dessa forma, como serão esses apromadamente 20 alunos imprudentes?
 
com certeza nem todos nós "batistas", não somos educados porém, os que são sabem reter o que é bom de qualquer coisa e na minha opinião foi tudo maravilhoso...
Adventistas estão de parabéns.