•  
     

Extremistas islâmicos apedrejam mulher até a morte....



Uma mulher somali, de 23 anos, acusada de adultério morreu apedrejada, na última terça-feira, na Somália. A mulher, condenada pelos muçulmanos que dominam parte do país, foi enterrada de pé e morreu diante de centenas de pessoas numa praça pública de Kismayu, cidade portuária tomada pelos insurgentes islâmicos em agosto deste ano.
apedrejamento.jpg

Esta é a primeira vez, em dois anos, que eles matam uma pessoa em público, disseram testemunhas que também confirmaram a morte de uma criança que levou um tiro dos guardas quando um parente daz vítima tentou parar a execução.

- "Disseram que a mulher se ofereceu para ser castigada, mas a gente viu como ela gritava e se debatia quando amarraram seus braços e pernas contra sua vontade", assegurou um residente de Kismayu.

A última execução pública de extremistas islâmicos aconteceu em meados de 2006, quando este grupo dominava a capital Mogadiscio e boa parte do sul do país. No final desse mesmo ano viram suas forças diminuídas graças a uma aliança entre os governos de Somália e Etiópia. O ressurgimento destes grupos faz pensar que o terror pode voltar ao país africano

Fonte: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=4228
 


É absurdo como em plena era tecnologica pela qual o mundo passa, se vê estas cenas absurdas e repetitivas. Parece que a mente de alguns continuam sem evoluir, presos num mundo fechado, como simples "homens da caverna".

Em casos como este é facil diferenciar "religião saudável" de "loucura insâna".
 


Como as mulheres são tratadas no Islamismo

Este mês, vamos continuar tratando da questão da mulher no islamismo, assunto que tocamos de leve no mês passado. É um dos assuntos mais críticos que os muçulmanos tentam esconder dos ocidentais, pois ninguém consegue imaginar que possa existir uma religião que confesse ter este tipo de tratamento para com as mulheres. Estarei mencionando o que o Alcorão e o Hadith (ensinos, palavras e atos de Maomé) mencionam sobre as mulheres no islamismo, assim como a opinião de Maomé e dos Califas.

O que é a mulher no Islamismo?

No islamismo, a mulher é considerada um "brinquedo" (daí porque usei a palavra "que" em vez de "quem"). Isto é tirado literalmente do que o profeta Maomé e o Justo Califa Umar Ibn Al Khattab (um dos sogros de Maomé) declararam; do verdadeiro tratamento que as mulheres recebem nos dias de hoje na maioria dos países islâmicos; e da diferentes doutrinas do islamismo a respeito das mulheres (casamento no islamismo, direitos da mulher, status da mulher em comparação com os homens, os deveres da mulher para com o seu marido, etc.).

obs:(Queridos irmãos e irmãs, louvamos ao Senhor jesus porque Ele não faz acepção de pessoas. Ele ama homens e mulheres igualmente e Ele não faz discriminações com base no sexo.)
 


Fico mais chocado quando penso que isso é feito pela "religião" deles.
 


Espero que o Alá deles o castiguem-os e faça com eles o mesmo que eles fazem com essas mulheres; Deus não Faz acepções de pessoas Burros sã eles que acreditam no que esse FALSO PROFETA fala.
Página inicial