•  
     

Executivo fala sobre cancelamento de game de guerra

Recentemente a Konami começou a divulgar detalhes do jogo Six Days in Fallujah e foi surpreendida pela falta de adesão do público. O game, segundo alguns, é muito realístico e transporta o jogador ao ambiente de guerra em um nível muito elevado.

Frente a posição dos jogadores e da mídia, a empresa cancelou o lançamento do jogo, pois, segundo a empresa, não resistiu à pressão vinda dos EUA.

A saída do baralho do jogo, porém, causou revolta em alguns. O CEO da Atomic Games, Peter Tamte, foi um dos que se manifestou contrário.

"É a oportunidade das pessoas conhecerem a realidade de quem lutou em uma das batalhas de rua mais sangrentas da história", disse o executivo ao site GameSpot.

"Espero que Six Days in Fallujah vai mudar as expectativas das pessoas quanto a um vídeo game", apostou.

Fonte: http://games.terra.com.br/interna/0,,OI ... uerra.html