•  
     

Estudo diz que 60% dos lares nos EUA têm um console

Imagem
Uma nova pesquisa revela aumento nos últimos três anos na quantidade de lares de posse de consoles, apesar da queda nas vendas em 2009.

De acordo com o estudo State of the Media Democracy Survey, Fourth Edition, da firma de consultoria Deloitte, quase 60% dos lares possuem um console de jogos em 2009, 16 pontos percentuais a mais do que em 2006.

A pesquisa atribui o aumento primariamente a dois grupos de jogadores que eles chamam de Generation X (entre 27 e 43 anos) e o Baby Boomer (entre 44 e 62 anos). Quase 70% do primeiro e 44% do segundo possuem atualmente algum sistema de jogo, revela o estudo, muito superior aos 53% e 31%, respectivamente, registrados há três anos.

Nos últimos seis meses, 54% do grupo Generation X e 31% dos Boomers têm jogado games novos, quando apenas 37% e 12% se encaixavam nesse perfil no ano passado. O aumento no tempo de uso de console também aumentou nos dois grupos, incluindo em uma faixa mais avançada, entre 63 e 75 anos, que passou de 3% em 2008 para 9% este ano.

Deloitte atribui esse aumento à economia difícil que, segundo ela, forçou mais pessoas a encontrarem entretenimento a custos mais baixos em seus próprios lares.

"O ano passado impôs sérias dificuldades financeiras às famílias americanas e seus hábitos de consumo de mídia mudaram como resultado disso", disse Phil Asmundson, vice-diretor e líder de tecnologia, mídia & telecomunicações na Deloitte.

"O apelo dramaticamente ampliado dos consoles de jogo é digno de atenção em dois níveis. Isso prova ainda mais o foco renovado na televisão como uma central de entretenimento do lar, e também aumenta a possibilidade do console se tornar um canal significante de distribuição de conteúdo no lar".
 
bando de viciados, pai mae filha e filho!