•  
     

Estudo afirma que 10% são responsáveis por 90% das mensagens

twitterhome.png
twitterhome.png (21.3 KiB) Visto 99 vezes


Quem diria, mas o Twitter sofre de uma “desigualdade social”. Pelo menos é o que mostra uma pesquisa da Universidade de Harvard, que acompanhou cerca de 300 mil perfis aleatórios no site e constatou que 90% das mensagens são postadas por um grupo de 10% de usuários.

Segundo a escola de negócios da universidade, que coordenou o estudo, o dado complica a vida das empresas que veem no site uma nova plataforma de comunicação com seu público.

Muito pelo contrário: “Se você está tentando entender o que uma grande parte de seu público está pensando, é melhor ficar longe do Twitter”, afirma o professor Mikolaj Piskorski, coordenador da pesquisa à Reuters, que completa que o site é útil apenas para “resolver questões diretas com os clientes”.

Tanto nos EUA quanto no Brasil, não demorou para que as empresas descobrissem o site de microblog tão rápido quanto o público geral, sendo que mesmo por aqui não é raro que várias delas o usem para tirar dúvidas ou divulgar promoções.

Fonte: http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/ar ... 33915325-0