•  
     

EM 4 Final Mundial – Na’Vi bate poderoso fnatic e conquista

Foi realizado nesta semana o primeiro grande campeonato de 2010. A Final Mundial da quarta temporada da Intel Extreme Masters reuniu 12 equipes na cidade de Hannover, na Alemanha, em busca do prêmio de 50 mil dólares. :shock:

O fnatic, time sensação de 2009, pretendia recuperar seu prestígio e vencer esta competição era fundamental. Com uma derrota para o Evil Geniuses na Fase de Grupos, a equipe sueca se classificou para a Fase Eliminatória na 2ª colocação, tendo que disputar a Repescagem. Mesmo caso do mousesports. :idea:

No Grupo A, os poloneses bi-campeões da ESWC e da WCG, que fizeram sua estreia defendendo a tag do Frag eXecutors, decepcionaram mais uma vez. O time perdeu para mousesports, oXmoze e EG e acabou desclassificado.

No Grupo B, o SK Gaming se classificou em 1º, mesmo com a derrota para os sul-coreanos do WeMade FOX. Natus Vincere, com resultados bastante convincentes e WeMade FOX conseguiram a oportunidade de disputar as partidas de Repescagem.

Na busca para entrar de vez na disputa, o Na’Vi teve uma pedreira pela frente, o mousesports, que era um dos favoritos ao título. Entretanto, os ucranianos mostraram estar bem entrosados e treinados e conseguiram vencer por dois maps a um. Na outra Repescagem, o fnatic passou, sem maiores dificuldades, pelo WMF.

Nas Semifinais, o Na’Vi mostrou do que era capaz e conseguiu bater os norte-americanos do Evil Geniuses, tendo obtido um resultado expressivo no primeiro mapa: 16-05 (de_inferno). O caminho para o fnatic foi ainda mais fácil. Um duplo 16-06 garantiu a equipe na Grande Final.

Era chegada a hora: experiência e potência contra inovação e vontade. O time da Ucrânia começou de terrorista na de_train, o que facilitou um pouco a vida dos adversários. O fnatic conseguiu dominar bem os bombs e avançou para o 2º half vencendo por 10-5. O lado CT do Natus Vincere foi muito melhor que o dos suecos e a equipe fez 11 rounds, fechando o primeiro embate em 16-13.

O 2º mapa começou equilibrado, com o fnatic vencendo por um round de diferença. De TR na inferno, o Na’Vi apresentou táticas simplificadas, mas que envolviam a equipe adversária. Os ucranianos mostraram também que são bons de mira, deixando os suecos para trás. O Na’Vi conseguiu fechar a partida e o confronto em dois mapas a zero, conquistando o título.

Com a vitória, o Na’Vi levou para casa o prêmio de $50.000. O fnatic ficou com $20.000 e o SK Gaming, que derrotou o EG na decisão do 3º lugar, teve direito a $8.000.



Imagem

FONTE: http://www.mibr.com.br/?p=24201