•  
     

Educação puxa quarta alta semanal consecutiva da taxa do IPC

Inflação registrou taxa de 0,83% na quarta semana de janeiro.
Taxa de educação teve variação de 3,53%, ante 2,57% na semana anterior.


Os gastos com educação não dão "folga" ao bolso do consumidor neste início de ano. A inflação calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou alta de 0,83% na última semana de janeiro – a quarta alta semanal consecutiva do indicador. A taxa é a maior desde junho de 2008, quando ficou em 0,89%.

IPC-S.jpg
IPC-S


Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a alta frente à taxa da semana anterior, quando ficou em 0,80%, foi resultado exclusivamente dos preços do grupo educação, que subiram 3,53%, ante 2,57% na terceira semana do mês.

Pressionado pelos reajustes das mensalidades escolares, o item cursos formais, cuja taxa passou de 4,19% para 6,14% respondeu por 87% da taxa registrada pelo grupo educação. Entre os cursos que registraram os maiores aumentos estão: curso de ensino fundamental (6,12% para 8,49%) e curso de educação infantil (creche) (3,37% para 8,15%).

Outros grupos

O grupo despesas diversas repetiu a taxa apurada na última semana, 0,36%. Nesta classe de despesa, os destaques em sentido ascendente e descendente foram: cerveja (de 1,75% para 1,98%) e alimento para animais domésticos (de 0,74% para -0,61%), nesta ordem.

Em contrapartida, os grupos vestuário (de 0,01% para -0,19%), transportes (de 0,85% para 0,74%), alimentação (de 1,10% para 1,00%), saúde e cuidados pessoais (0,49% para 0,45%) e habitação (de 0,32% para 0,31%) registraram recuos em suas taxas de variação.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Economia_N ... +IPCS.html