•  
     

E a crise chegou à Google

E a crise chegou à Google

O balanço de ontem chegou com resultados decepcionantes. Veio com lucros, é verdade. 35% superiores ao segundo trimestre de 2007, mas ainda inferiores ao esperado pelos investidores. As ações caíram quase 8% no pós-Market, (após o fechamento das bolsas), o que dá em torno de USD$ 40 por ação. O curioso é que o lucro líquido não assim tão baixo, mas da ordem de USD$ 1,25 bilhão em apenas 3 meses. É que os investidores queriam um lucro de aproximadamente USD$ 2.18 bilhões, ou seja, USD$ 934 milhões a mais e debitam isso à crise americana.

Um dado importante, que pode ser considerada uma boa ou uma má notícia, a depender do ângulo que você veja: a maioria das receitas vieram de sites situados fora dos EUA, o que compensou a severa crise econômica vivida por aquele país.

O problema é que todos os sinais hoje vistos é que a crise americana deverá perdurar até o final de 2008, ou até o início de 2009 e está contaminando alguns países. Por outro lado, há uma boa notícia: a recessão (se é que recessão pode ser considerada boa notícia) já está fazendo recuar o preço internacional do petróleo, que chegou a quase USD$ 150, tendo gente que chegou a falar que este iria a USD$ 200 até setembro, mas parece que pode retornar a USD$ 100 em pouco tempo).

Os grandes perdedores nesta história do balanço com lucro da Google menor que o esperado pelo mercado e à Yahoo!, que deverá apresentar seus resultados na próxima semana. Não se espera da Yahoo! um lucro maior que no primeiro trimestre. Além do mais, com a queda dos logras da Google, ela fica mais vulnerável às investidas da Microsoft.

Assim, a grande vencedora é a Microsoft, que está cada vez mais perto de arrematar a Yahoo!. Deixo claro que a MS ainda não venceu a guerra, mas ontem venceu uma batalha muito importante.

Fonte: http://googlediscovery.com/2008/07/18/e ... -a-google/