•  
     

Conheça outros sistemas operacionais

No mundo da informática, é muito comum a ocorrência de discussões entre usuários de Windows e Linux, com o objetivo de determinar qual o melhor sistema operacional do mercado. Entretanto, a maioria dos usuários de computador não sabe da existência de outros sistemas operacionais tão bons quanto os já citados acima.

Por esse motivo, neste artigo vamos abordar sobre os principais sistemas operacionais alternativos existentes no mundo da informática, demonstrando seus destaques e características marcantes, assim como informações de como é possível utilizá-los.

Qualidade gráfica com o MAC OS X

O primeiro sistema operacional alternativo que vamos abordar é o MAC OS X, desenvolvido pela Apple, já presente no mercado durante anos. Sua principal característica é a qualidade gráfica da interface do sistema em si e de seus aplicativos como um todo. Por isso, muitos dos mais avançados efeitos visuais nos Desktops Windows (Aero) e Linux (Compiz Fusion), já estavam presentes anteriormente no MAC OS X.

Imagem

Em alguns países do mundo, como o Japão, o MAC OS X é tão popular quanto o Windows, fato que não acontece aqui no Brasil. Isso é devido pelo fato das versões antigas do sistema da Apple exigirem computadores específicos, os quais eram diferentes dos comercializados aqui em nosso país. Porém, atualmente, é possível instalar o MAC OS X em qualquer computador que já contenha instalado versões de Windows ou Linux.

Caso você esteja interessado neste sistema operacional, existe no nosso site uma matéria especial sobre ele, a qual pode ser conferida aqui.

Segurança com o OpenBSD

Agora, o tópico que será abordado é a segurança. Neste quesito, sem sombra de dúvidas, o OpenBSD é um dos sistemas operacionais mais seguros do mercado, bastante utilizado em servidores que armazenam informações sigilosas e serviços de extrema importância que não podem ser interrompidos.

Consequentemente, seu uso é recomendado somente para administradores que possuem um grande conhecimento sobre computação e redes em geral. Contudo, usuários comuns podem utilizar o FreeBSD, que por sua vez é como se fosse uma versão mais acessível do OpenBSD. Ambos SOs são derivados do BSD, sistema operacional da década de 90.

Alto Desempenho com o Solaris

Imagem

Outro SO bastante conhecido no mundo da computação é o Solaris, criado pela Sun, que sempre possuiu como destaque seu alto desempenho nos computadores para os quais foi desenvolvido. Sua interface gráfica e funcionamento é parecido com o Linux, o que na maioria das vezes gera uma pequena confusão, pois alguns usuários pensam que o Solaris é uma de suas várias distribuições.

Sobre a questão desempenho, o Solaris foi o pioneiro de vários recursos e mecanismos que posteriormente foram adotados por outros sistemas operacionais, a fim de tornar o uso do hardware de forma maneira mais rápida e eficiente. Atualmente, este SO possui uma versão livre, o OpenSolaris, que está aberta para desenvolvimento em código aberto.

Saudosismo com o OS/2


O Sistema operacional OS/2, desenvolvido pela IBM, é provavelmente um dos mais antigos do mercado, já possuindo dezoito anos desde a data do lançamento de sua primeira versão, descontinuado em 2001. O seu uso é restrito a grandes corporações, as quais ainda mantém esse sistema pela questão da compatibilidade com o aplicativos utilizados. Entretanto, várias instituições, como alguns bancos, estão migrando lentamente do OS/2 para o Windows e Linux.

Contudo, no ano de 2001, a IBM concedeu a autorização à Serenity Systems para a venda e distribuição do eComStation, sistema operacional fortemente baseado no OS/2, destinado para consumidores finais e estudantes.

Vale a pena adotar um sistema operacional alternativo?

Além dos operacionais descritos acima, ainda existem outros SOs alternativos ao Windows e ao Linux, mas que não possuem tanto impacto no mundo da informática. Logo, agora vem a grande pergunta que fica no ar: vale a pena adotar um sistema operacional alternativo?

A resposta para essa pergunta depende de muitos fatores, sendo o principal deles o objetivo e o uso que o usuário fará com o computador. Por exemplo, para um administrador de sistema, o OpenBSD pode ser interessante, mas para um artista gráfico, o MAC OS X é uma ótima opção.

Entretanto, os sistemas Windows e Linux normalmente já cumprem a maioria das tarefas de maneira eficiente, sendo que na maioria dos casos, a migração para um sistema operacional alternativo não é necessária.

Fonte: http://baixaki.ig.com.br/info/726-conhe ... ionais.htm