•  
     

Company of Heroes 2 A batalha mais sangrenta que a humanidad

No ano de 2006, a Relic lançava um RTS despretensioso, exclusivo para PC, chamado Company of Heroes. Com cara de filme de ação e com apelo voltado para os fãs do gênero, o título surpreendeu e foi considerado o melhor jogo deste gênero daquele ano. Seis anos depois, a Relic e a THQ se uniram para anunciar a chegada de Company Heroes 2.
Greg Wilson, produtor da Relic Entertainment, fez questão de salientar bem que "Company of Heroes 2 é uma verdadeira sequência”. O título vai introduzir um novo front de batalha, novos protagonistas e uma tecnologia diferenciada. Porém, a obra manterá o mix único de jogabilidade estratégica com multiplayer competitivo, que tornou o primeiro Company of Heroes um grande
Imagem

De acordo com o site Destructoid, o vindouro jogo já está em desenvolvimento há pelo menos dois anos e o estúdio não está com pressa, pois resolveu que não quer mudanças drásticas na fórmula do game. O objetivo do novo trabalho é adicionar conteúdo ao que os gamers mais curtiram no primeiro título.
Viemos para somar, não para dividir
A primeira das alterações relevantes em Company of Heroes 2 é a própria estrutura gráfica. A Relic está usando a nova engine Essence 3.0, que é superior ao antigo motor gráfico em absolutamente todos os quesitos técnicos. E é essa nova qualidade que vai ajudar a reconstruir o que é conhecido como o conflito mais sangrento e brutal que a humanidade já presenciou.
Você vai liderar o exército da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas contra os invasores germânicos, das tropas controladas por Adolf Hitler. E a imersão da batalha será ainda maior do que o normal em games do gênero RTS, pela qualidade visual privilegiada com a qual o game conta.

O site Gamespot salienta que a Relic vai entregar uma tonelada de detalhes, começando pela superfície dos campos de batalha, que serão repletas de neve, passando por cada um dos soldados. Claro que haverá uma atenção especial para os veículos, principalmente os blindados. O grande segredo da desenvolvedora é a aplicação do suporte ao DirectX 11.
Obstáculos
A melhoria gráfica também trouxe novidades para a jogabilidade. No meio dos campos de batalha, a neve que estiver cobrindo as passagens de unidades móveis funcionará como um verdadeiro obstáculo. Isso significa que quem estiver tentando se mover sobre o gelo terá muita dificuldade, e enfrentará um terreno de lentidão e de difícil locomoção.
Imagem
Também há muros e outros tipos de construções que agora podem ser utilizados como verdadeiros escudos. A infantaria pode se proteger atrás de algumas paredes, porém alguns tanques podem simplesmente passar sobre elas, destruindo-as.
Mais implementações
A equipe de desenvolvimento técnico de Company of Heroes 2 está trabalhando bastante na parte sonora da obra. Tiros de armas reais, de variadas distâncias estão sendo gravados, e certamente os efeitos sonoros simularão um ambiente mais real nas batalhas. Por outro lado, a inteligência artificial dos inimigos está recebendo bastante atenção também.
Lembre-se de que o exército vermelho, comandado por Stalin, enfrentou as tropas nazistas. Os combatentes alemães eram mais bem treinados e estavam em maior número do que a tropa vermelha, ou seja, o páreo será duro. Fora isso, se você jogar várias vezes os mesmos confrontos, a IA vai interagir de maneiras diferentes ,sendo que ela é programada para agir da maneira mais “randômica” possível. Não espere que os alemães facilitem as coisas para os
Imagem

Quando?
Company of Heroes 2 ainda não tem data certa para ser lançado. Entretanto, a Relic anunciou que o game deve chegar logo nos primeiros meses de 2013. Como de costume, o game será exclusivo para PC.
fonte