•  
     

Como cuidar bem da bateria do seu smartphone

O seu smartphone é um pequeno milagre, um computador de bolso que pode atender a quase todas as suas necessidades. Mas seus superpoderes não adiantam de nada se ele ficar sem energia. Com as baterias removíveis se tornando cada vez mais raras, você precisa cuidar bem da que tem. Felizmente, não é difícil manter o íon-lítio alimentando a sua máquina faz-tudo se você seguir algumas regras simples.
Obviamente, a primeira regra para aumentar a vida da sua bateria é não gastar ela inteira jogando Candy Crush ou andando por aí com Wi-Fi e GPS ligados quando você não está usando nenhum deles e precisa bastante que a bateria dure um tempo extra. Mas além disso, existem algumas dicas básicas de cuidados e recargas. Eis um guia simples para uma bateria mais saudável.
Mantenha a bateria carregada
Você já deve ter ouvido uma história sobre baterias recarregáveis e “efeito de memória”. Você sabe, se você não “ensinar” o potencial completo delas ao carregar completamente e esperar a descarga total, elas vão “esquecer” parte da capacidade. Esqueça isso tudo. Está errado.
Isso existe sim, mas só se aplica a baterias de níquel – seu smartphone usa uma de íon-lítio, e precisa ser tratada de maneira diferente. Especificamente, você precisa deixar ela cheia sempre que possível.
Para conseguir o melhor da sua bateria de íon-lítio, você deve tentar manter com mais de 50% de carga na maior parte do tempo possível. Fazer ela acabar completamente não vai ajudar muito; na verdade, vai prejudicar a bateria se você fizer isso com frequência. É importante fazer uma descarga completa a cada mês, em média, para “calibração”, mas não faça isso sempre. Deixar sua bateria secar completamente não vai fazer ela explodir nem nada, mas vai encurtar a sua vida.
Por outro lado, você não vai querer deixar ele carregando o tempo inteiro. Baterias de íon-lítio podem sobreaquecer com facilidade. Felizmente para você, seu carregador sabe como ajudar nisso, e ele vai parar de carregar assim que seu smartphone estiver com carga completa. E para complicar as coisas, sua bateria não gosta de ficar totalmente cheia. Na verdade, ela vai se comportar melhor se você tirar do carregador antes de atingir 100%, e e deixar plugada quando ela já está carregada vai causar uma pequena degradação.
Então, se você quiser otimizar a vida da sua bateria, você deve tentar carregar de 40% até 80% de uma vez, e então voltar a carregar sempre que possível. Algumas pequenas recargas não são ruins como ir de 100 a 0 o tempo inteiro, mas também não é o ideal.
Mantenha seu celular fresco
É fácil se preocupar com hábitos ruins de recarga graças aos treinamentos que tivemos com antigas baterias recarregáveis, mas as baterias de íon-lítio têm um inimigo pior: calor. A bateria do seu smartphone vai degradar muito mais rápido quando estiver quente, independentemente de estar sendo usada ou apenas parada sem fazer nada.
A uma temperatura média de 0 graus Celsius, a bateria de íon-lítio vai perder 6% da sua capacidade máxima por ano. A 25 graus Celsius, o número salta para 20%, e a 40 graus Celsius, impressionantes 35%. Claro, não é prático manter seu telefone na geladeira, mas vale a pena evitar deixá-lo dentro de um carro quente por muito tempo e outras situações similares.
Evite carregadores sem fio
Carregadores wireless podem ser incrivelmente convenientes se seu smartphone tiver essa capacidade, mas eles têm suas desvantagens. Os carregadores por indução que existem atualmente tem o terrível hábito de gerar um pouco de calor. Desperdício de energia é uma chatice em geral, mas o calor também vai tostar a sua bateria durante o processo. Isso não é bom. É menos conveniente ter que plugar o carregador, mas isso vai fazer sua bateria ficar em forma, especialmente se você estiver em um lugar quente.
Nunca deixe o aparelho descarregar completamente
Obviamente, usar a sua bateria vai fazer ela se degradar. Mas ela vai morrer lentamente até se você deixar seu iPad no armário por um tempo. Há um truque para minimizar o envelhecimento inevitável: deixe um pouco de carga.
Se você vai guardar uma bateria de íon-lítio por um tempo, tente deixar ao menos 40% da bateria carregada. Baterias de íon-lítio não perdem 30% de energia por mês como as de níquel-metal-híbrido; elas perdem entre 5% e 10% da carga a cada mês.
E quando as baterias de íon-lítio ficam fracas – 0% – elas ficam seriamente instáveis, e perigosas para carregar. Para prevenir desastres como explosões caso você tente carregar uma nesse estado, elas contam com circuitos de auto-destruição que vão desabilitar (leia: destruir) a bateria, se ela chegar ao fundo do poço. Isso vai te poupar de um ataque de ácido de bateria no rosto, mas também vai te deixar com uma bateria a menos.
Não se preocupe tanto assim
É fácil proteger a sua bateria, mas também é bastante fácil ficar com preguiça. E isso é bom, porque enquanto você não for um completo paranóico, você ficará bem. Normalmente, uma bateria de íon-lítio dura de três a cinco anos, e provavelmente você vai trocar seus gadgets nesse tempo. O pequeno dano de uma ideia tecnicamente ruim como deixar seu telefone plugado toda noite, ou usar carregador sem fio, provavelmente vale a pena pela conveniência.
Ainda assim, é bem fácil manter a sua bateria razoavelmente saudável, evitando a tortura diária de ver seu smartphone ficar completamente sem bateria, ou deixá-lo dentro de um carro quente o tempo inteiro. E da próxima vez que você voltar para casa com carga de sobra, você vai ficar feliz com isso.
ooo.jpg

Fonte:Uol