•  
     

Comcast faz sequestro de DNS nos EUA.

Imagem

A Comcast, um dos maiores operadores de banda larga nos Estados Unidos, iniciou ontem o chamado sequestro de DNS. Basicamente, esse sequestro consiste em redirecionar páginas que não existem para uma ferramenta de busca própria da Comcast, com sugestão de tópicos semelhantes ao que a pessoa tentava acessar.

Segundo a empresa, o serviço “está aí para ajudar”. Está mesmo, principalmente os bolsos dela. O sequestro de DNS utiliza tecnologia de busca do Yahoo, mas também exibe links patrocinados. Adivinhe para quem vai parte do dinheiro arrecadado por esse tipo de publicidade.

Além de exibir publicidade contextual, a Comcast ainda oferece upgrades no serviço de banda larga que ela provê. Já na sidebar à direita aparecem as opções de “conseguir mais da sua assinatura [de banda larga]” e “melhore seus serviços”.

No entanto, os clientes que quiserem poderão parar de receber essa página de erro. O processo é inteiramente de graça, basta selecionar o cancelamento e informar o e-mail. Ah, e informar o MAC Address do modem. Muito simples para quem sabe o que é um MAC Address, mas para quem não sabe (a maioria dos usuários) fica praticamente impossível cancelar o “serviço”. Pelo menos a empresa oferece uma página de ajuda para encontrar o MAC Address.

No Brasil, quem está acostumada a usar o sequestro de DNS é a operadora Oi. Em post de junho de 2008, Carlos Cardoso escreveu sobre o assunto no Meio Bit, alertando que o sequestro de DNS poderia afetar alguns serviços e aplicativos. Assim como a Comcast, a Oi já oferecia naquela época a opção de cancelar (ou quase cancelar) o sequestro.

“TODO endereço que os usuários da antiga telerda incluirem em um programa, seja editor de blogs, leitor de email, etc, terá que ser conferido MANUALMENTE, pois se você digitar errado o programa não irá mais receber um erro Host Not Found e tratá-lo. Achará que algo está errado. Assim quando o Thunderbird disser que não consegue acessar o POP do Gmail, verifique se você não digitou gnail sem querer e está tentando abrir uma conexão de email na MARAVILHOSA telemar, celeiro de idéias geniais” – escreveu Cardoso.

Eu continuo recomendando o uso da OpenDNS. Embora ela também faça sequestro de DNS, pelo menos os servidores deles são mais rápidos. E permite bloqueio de sites impróprios.

Fonte: Ars Technica
 
DNS eh complicado...