•  
     

CIÚMES NORMAL E EXCESSIVO

Algum nível de ciúmes é necessário em todo relacionamento. Todos nós, alguma vez, já o sentimos. As pessoas costumam dizer que o ciúmes é o tempero do amor, aquela pitada que o incrementa, mostrando que o interesse mútuo permanece aceso. A presença de ciúmes é saudável nas relações amorosas. O ciúmes serve como um sensor, uma medida da segurança que se sente na relação. Sua ausência, tanto quanto seu excesso, pode prejudicar o relacionamento. No caso do ciúmes normal, a honestidade e o reasseguramento do companheiro são importantes.

Muitas vezes reações de ciúmes são esperadas, por exemplo na descoberta de uma infidelidade.

Quando não há intimidade suficiente no relacionamento, o ciúmes também pode se intensificar, pois o companheiro tenta desesperadamente se orientar em uma estrada onde a sinalização não é clara e por isto testa o relacionamento constantemente.

Quando o ciúmes se torna excessivo, ao invés de fazer bem ao relacionamento, acaba tendo o efeito oposto, muitas vezes afastando o companheiro. Na ânsia de não perder a pessoa amada, o ciumento cerceia seus passos e sua liberdade de tal modo, invadindo seu espaço pessoal e sua privacidade, ferindo seus sentimentos com acusações infundadas, que afrouxa os laços que os uniam. O controle que o ciumento tenta impingir aos seu parceiro vai "sufocando" a vítima do ciúmes, que se afasta cada vez mais para poder "respirar". Seus atos, suas amizades, seu trabalho, seus pensamentos, suas fantasias e lembranças, tudo parece ameaçar a segurança do ciumento. O ciúmes doentio faz com que sua vítima se sinta cada vez mais ressentida com a falta de confiança do companheiro em seu comprometimento para com ele.

De modo geral, o ciúmes muito intenso é sinal de dificuldades emocionais.

A desvalorização de si mesmo, a baixa estima, é uma das causas importantes do ciúmes intenso. Pessoas seguras de si, de seu valor, costumam lidar bem com seus sentimentos de ciúmes, não se deixando levar por eles e até fazendo com que revertam em proveito do próprio relacionamento. A segurança contra a competição é a grande arma destas pessoas. O medo da intimidade também pode ser uma das causas do ciúmes em demasia, que é utilizado neste caso para distanciar o parceiro. Outro fator que pode levar à desconfiança e ao ciúmes descontrolado é a mudança no comportamento do parceiro, que pode ser interpretada pelo companheiro como sinal de que pode estar havendo ou haver maior oportunidade de traição. A diminuição da frequência _____ de um dos companheiros pode ser uma destas mudanças. O aumento do rol de interesses e interações sociais de um parceiro que "parecia sobre controle", também. Um fator importante em todos os casos de ciúmes demasiado é a prevalência da fantasia em detrimento da realidade, que alimenta esta emoção. Pensamentos e/ou imagens distorcidos aumentam o ciúmes, o que leva a novos pensamentos e/ou imagens distorcidos, em um círculo vicioso.

O ciumento excessivo, muitas vezes, deve "perder o medo de perder, para não perder". Manter um equilíbrio entre o medo de perder o parceiro e as evidências reais de perigo de abandono é essencial para o ciúmes sadio.

A ajuda psicoterapêutica é indicada se há ciúmes excessivo. A psicoterapia individual pode ser bastante útil nestes casos. A psicoterapia de casais pode ser indicada concomitantemente, isto dependendo da especificidade do caso, que deve ser avaliada pelo psicólogo.

Quando houve infidelidade(s) no relacionamento, há sempre um processo para o esquecimento, ficando o casal junto ou não. Se se decide por manter a relação, até que o membro traído recupere sua confiança no parceiro, um nível maior de ciúmes deve ser esperado. Mas se o ciúmes mantém-se intensificado, prejudicando o processo de esquecimento ou até mesmo bloqueando este processo (não cedendo com o envolvimento do parceiro em melhorar o relacionamento, demonstrando arrependimento pelo acontecido e com o reasseguramento deste no correr do tempo), é indicada psicoterapia para o parceiro magoado. A psicoterapia de casal, mesmo quando o ciúmes não chega neste ponto, também pode ajudar bastante o casal a superar os estragos que são causados por uma infidelidade.



Fonte: http://www.geocities.com/kelenusp/ciumes/ciumes.htm
 
MEU NAMORADO É TÃO CIUMENTO QUE NÃO POSSO NEM CONVESAR COM OUTRAS PESSOAS. :mrgreen: :evil: :twisted: :geek: :mrgreen: :o :shock: :? :oops: :| :geek: :twisted: :evil: :twisted: :evil: