•  
     

Chuvas provocam alagamentos em SP e fecham aeroporto por mai

A forte chuva que chegou a São Paulo na tarde desta segunda-feira (22) diminuiu de intensidade e as regiões da cidade deixaram o estado de atenção por volta das 19h, de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências). Os pontos de alagamento, que chegaram a 40, agora são apenas quatro. O aeroporto de Congonhas, na zona sul, foi fechado para pousos e decolagens às 15h30 e reaberto às 16h55, operando com instrumentos. O aeroporto Campo de Marte, na zona norte, teve parte da via de acesso alagada, mas funciona normalmente.

A forte chuva causou estragos pelas ruas da capital. Três carros foram arrastados pela força das águas da chuva para um córrego na avenida Jornalista Roberto Marinho (zona sul). Ninguém ficou ferido. Ao menos 30 árvores caíram e oito semáforos ficaram danificados.

22chuvas.jpg
22chuvas.jpg (10.84 KiB) Visto 381 vezes


Entre os quatro pontos de alagamentos restantes na cidade, todos são transitáveis: na marginal Pinheiros, próximo à rua Eng. Mesquita Sampaio e perto da ponte Eng. Ary Torres; na avenida dos Bandeirantes, próximo à avenida Nova Independência; e na rua Prof. Jamil Anderaos, perto da rua Arq. Marcelo Roberto.

Segundo o CGE, choveu forte por cerca de 1h30 em todas as regiões da capital. A chuva veio acompanhada de fortes ventos e queda de granizo nos bairros de Santana e nas regiões do estádio do Canindé, na rodoviária do Tietê, no córrego Pirajussara e no Jóquei Clube.

Após passar pela capital, a chuva seguiu para cidades da região metropolitana como Itapecerica da Serra, Cotia, norte de São Bernardo do Campo, Suzano e Mogi das Cruzes. Em Sorocaba, interior do Estado, a chuva causou inundações e estragos.

Energia
O fornecimento de energia elétrica foi interrompido em alguns trechos dos bairros de Pinheiros, Butantã, Lapa, Santo Amaro, Ibirapuera, Itaim Bibi, Ipiranga, Vila Guilherme, Santana e Vila Maria.

De acordo com assessoria de imprensa da Eletropaulo, os pontos de alagamento e o trânsito intenso na cidade dificultam o deslocamento das equipes de emergência para o atendimento das ocorrências. A expectativa é que cerca de 90% destas ocorrências tenham o fornecimento restabelecido ainda hoje. Os 10% restantes serão restabelecidos durante a noite e início da madrugada.

Também há registros de ocorrências em pontos isolados nos municípios de São Bernardo do Campo, Mauá, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra.


Fonte: Uol.Com.BR