•  
     

Chinesa começa a vender carro produzido no Uruguai

Chinesa começa a vender carro produzido no Uruguai

A sociedade entre a empresa chinesa Chery e a argentina Socma começou a comercializar seu primeiro modelo fabricado no Uruguai. O lançamento foi realizado em Buenos Aires pelo septuagenário empresário Franco Macri, ícone do capitalismo argentino nos anos 90, dono da Socma. O modelo é o Tiggo 2.0, um 4x2 que visa neste ano seduzir o mercado da Argentina. Na seqüência imediata, o alvo será o mercado brasileiro.



A expectativa é vender mil unidades na Argentina até o final do ano. Para 2009, a ambição é triplicar as vendas no país. No caso do mercado brasileiro, "onde se desembarcará em breve" - segundo os executivos da Socma - estimam-se vendas de 10 mil a 12 mil unidades. A empresa também destacou que trata-se do primeiro automóvel de tecnologia e marca chinesa produzido por investimentos diretos fora da China.



O preço do uruguaio-chinês-argentino Tiggo é de US$ 22.800. Os analistas do setor consideram que o Tiggo disputará o mercado contra modelos como EcoSport, Honda CRV e Toyota RAV. Para o empreendimento com a Chery, Macri reativou a velha fábrica que sua companhia Sevel possuía no bairro de Carrasco, em Montevidéu, capital do Uruguai. O investimento inicial, de US$ 30 milhões, foi calculado para que a fábrica em território uruguaio fosse uma plataforma para exportar para o resto da região. O total previsto de investimentos na fábrica de Montevidéu é de US$ 100 milhões. Segundo as normas de integração do Mercosul, daqui a dois anos a fábrica deverá alcançar a faixa de 60% de componentes regionais.



Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Economia_N ... 56,00.html