•  
     

Chimpanzés criam varas especiais para 'pesca' de cupins

Cientistas flagram primatas no Congo transformando pontas de caule em escovas para tornar coleta mais eficiente.

Macaco 'pesca' cupins na República do Congo.jpg
Macaco 'pesca' cupins na República do Congo


Uma equipe de cientistas trabalhando na República do Congo acredita ter conseguido o explicar o mistério do sucesso da "pesca" de cupins realizada pelos chimpanzés.


Os macacos usam varas com pontas modificadas, transformadas em "escovas" pelos próprios animais para tornar a ferramenta mais eficiente na coleta de cupins.


Os cientistas filmaram primatas selvagens usando os dentes para desgastar as pontas das varas, feitas de ramos ou caules de plantas.


Em artigo na revista "Biology Letters" da Royal Society britânica, os pesquisadores disseram que a ponta desgastada das varas ajudou os chimpanzés a recolher um número maior de cupins.


O chefe da pesquisa, Crickette Sanz, do Instituto de Antropologia Evolucionária do Instituto Max Planck, em Leipzig, na Alemanha, disse: "Eles inventaram uma forma de aperfeiçoar sua técnica de 'pescar' cupins."


Estudos anteriores sugeriram que chimpanzés selvagens usam ferramentas com pontas que formam "escovas" para "pescar" cupins.


Mas até agora não se sabia se a vara foi especialmente moldada ou se a ponta virava uma escova por causa do desgaste natural do material. A dúvida foi resolvida através do uso de câmeras com controle remoto para filmar os chimpanzés que procuravam os insetos para comer.


Sanz disse à BBC: "Nós descobrimos que no Triângulo Goualougo, na República do Congo, os chimpanzés estavam modificando suas ferramentas para 'pescar' cupins com uma ponta especial na forma de 'escova'."


Para fazer as varas, os chimpanzés primeiro colheram alguns caules de uma planta e tiraram as folhas.


"Aí eles puxaram os caules com os dentes, que estavam fechados parcialmente, para formar a 'escova' e às vezes formaram a 'escova' separando as fibras para que fossem melhores para recolher os cupins", acrescentou Sanz.


Uma observação mais atenta revelou que uma vara com a ponta desgastada recolhia dez vezes mais cupins do que com a ponta intacta.


Sanz disse que "parece que os chimpanzés entendem a função da ferramenta e sua importância na coleta de cupins".


Até agora a equipe só deparou com esse tipo de comportamento em chimpanzés no Triângulo Goualougo.


A aparente ausência deste comportamento em populações de animais no leste e oeste da África sugere que esta não é uma habilidade inata em todos os chimpanzés.


Parece que os primatas de Goualougo estão aprendendo técnicas artesanais de outros chimpanzés.


Agora os pesquisadores querem descobrir se os chimpanzés na região estão criando algum outro tipo de ferramenta.


Sanz disse: "Vastas áreas da África central não estão sendo muito estudadas e então há muitas populações que podem ter exemplos do uso de ferramentas complexas sobre as quais não sabemos."


Ela lamentou, contudo, que os animais estejam ameaçados. "Justo quando nós estamos aprendendo sobre este comportamento novo e complexo com ferramentas, os chimpanzés que estão nos mostrando este comportamento estão em perigo por causa de desmatamento, caça e do vírus Ebola", afirmou Sanz.


"Há muito o que fazer para preservar os chimpanzés da Bacia do Congo."

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0, ... UPINS.html