•  
     

Chile vai começar resgate de mineiros à 0h de quarta-feira.

"É a missão mais importante da minha vida", diz policial.

O policial Patricio Sepúlveda, membro do Grupo de Operações Especiais da polícia (GOPE), diz que está preparado psicologicamente e fisicamente para trabalhar no resgate dos 33 mineiros que estão presos a quase 700 m de profundidade na mina San José, em Copiapó. Sepúlveda não esconde a alegria e afirma que a operação é a mais importante de sua vida.

"Eu acho que para todos os socorristas, para cada policial é uma oportunidade que nunca mais na vida vamos ter", disse o policial, que se diz bem preparado para o resgate. "Estamos sendo preparados por especialistas em âmbito físico e psicológico para situações extremas e em espaços restritos, uma situação semelhante ao que irá acontecer no resgate", afirmou Sepúlveda.

Nos últimos dias, seu trabalho começa às 8h, com treinamentos para o resgate junto aos outros especialistas que trabalharão na operação. Os policiais trabalham muito próximos do local da plataforma onde ocorrerá o resgate.

Casado e com uma filha de 12 anos, o paramédico Patricio Sepúlveda é campeão sul-americano de atletismo nas provas de 5 mil e 10 mil m. "É um orgulho pessoal e familiar. Toda a minha família está
Imagem