•  
     

Causa do apagão foi desligamento de três linhas em SP e PR,

O secretário executivo do Ministro de Energia, Márcio Zimmermann, afirmou nesta quarta-feira que a origem do apagão aconteceu em três linhas de transmissão nos Estados do Paranã e de São Paulo. Entre as linhas, duas ligam o município de Ivaiporã (PR) a Itaberá (SP) e a outra fica entre Itaberá (SP) a Tijuco Preto (SP).

Segundo o secretário, as três linhas foram desligadas por conta de "condições meteorológicas diversas". Todo o sistema já voltou e o apagão durou cerca de quatro horas, segundo os cálculos do ministério.
 
. sN 19's y Escreveu:O secretário executivo do Ministro de Energia, Márcio Zimmermann, afirmou nesta quarta-feira que a origem do apagão aconteceu em três linhas de transmissão nos Estados do Paranã e de São Paulo. Entre as linhas, duas ligam o município de Ivaiporã (PR) a Itaberá (SP) e a outra fica entre Itaberá (SP) a Tijuco Preto (SP).

Segundo o secretário, as três linhas foram desligadas por conta de "condições meteorológicas diversas". Todo o sistema já voltou e o apagão durou cerca de quatro horas, segundo os cálculos do ministério.


Apagão

A assessoria do Ministério de Minas e Energia afirmou que o blecaute que atingiu parte do país na noite de ontem até a madrugada de hoje afetou, ao todo, 12 Estados brasileiros, além de parte do Paraguai. Às 6h, a usina de Itaipu informou que já operava normalmente.

Segundo a assessoria, a região mais afetada foi a Sudeste, onde todos os Estados --São Paulo, Rio, Minas e Espírito Santo-- tiveram problemas, já no Sul do país, o blecaute atingiu os três Estados --Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As regiões Nordeste e Centro-Oeste também foram afetadas, com registro de apagões nos Estados de Pernambuco, Bahia, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
O ministério não soube informar quais Estados foram totalmente atingidos pelo blecaute e em quais o problema foi parcial. A pasta destacou ainda que o ministro Edson Lobão se reúne com técnicos na manhã desta quarta e deve divulgar um balanço completo sobre o problema no período da tarde.

Apesar de o ministério não apontar problemas de fornecimento de energia no Norte do país, as Centrais Elétricas de Rondônia comunicaram falta de luz por meia hora em todo o Estado. Já no Acre, de acordo com a CERR (Companhia Energética de Roraima), a queda de energia durou cerca de 30 minutos, e atingiu dois municípios: a capital, Rio Branco, e Cruzeiro do Sul.

A Ceal (Companhia Energética de Alagoas) também informou que o blecaute atingiu cerca de 50% do Estado. Na capital, Maceió, o fornecimento não foi interrompido.
São Paulo e Rio

Na cidade de São Paulo, o apagão causou pânico nas ruas, paralisou trens e o metrô, prejudicou o trânsito, e deixou diversas pessoas presas em elevadores. A Polícia Militar informou, porém, que não houve registros de ocorrências graves. Diversas cidades da Grande São Paulo e do Estado também foram afetadas.

Devido ao blecaute, a Prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio de veículos na manhã desta quarta-feira (11). Ainda não se sabe, porém, quantos municípios do Estado foram afetados.

Segundo o governo federal, o Estado do Rio foi o mais afetado do país e chegou a ficar totalmente às escuras. Por isso, o governador Sérgio Cabral (PMDB) determinou que o Bope (Batalhão de Operações Especiais), da Polícia Militar, reforçasse o policiamento na cidade do Rio. Houve caos no trânsito e nos transportes públicos.

Outros Estados

Em Minas Gerais, o apagão deixou às escuras dezenas de cidades da região metropolitana de Belo Horizonte e do interior do Estado. Houve queda de energia em várias partes do Espírito Santo, inclusive em Vitória.

No Rio Grande do Sul, houve interrupção no fornecimento de energia por cinco minutos em cidades da região metropolitana de Porto Alegre. Segundo a AES Sul, 70 mil imóveis ficaram sem luz em São Leopoldo e Sapucaia do Sul.

Em Santa Catarina, houve interrupção no fornecimento de energia em Joinville, Blumenau, Lajes, Concórdia e Videira. Segundo a Celesc (Companhia de Energia Elétrica de Santa Catarina), houve oscilação no abastecimento de suas subestações.

No Paraná, o apagão foi sentido em ruas do centro de Curitiba. Enquanto em parte da área central as luzes permaneciam acesas, em outras houve queda de energia nos postes e em edificações. Após cerca de dois minutos, a energia foi retomada nos locais onde o abastecimento foi interrompido.

O apagão também atingiu parte das regiões extremo sul, norte e sertão da Bahia, segundo a Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia). O apagão durou poucos minutos no Estado.
 
ta a causa de tudo galera =)
 
ai*