•  
     

Casal irritado com invasão de privacidade perde processo con

Residência deles nos EUA foi exibida no serviço de mapas Street View.
Eles pediam US$ 25 mil; para tribunal, casal não comprovou alegações.


Um casal em Pittsburgh (Pensilvânia, Estados Unidos) perdeu nesta semana um processo aberto contra o Google no ano passado, alegando que o serviço Street View, disponibilizado na ferramenta Google Maps, representa uma invasão à privacidade.

Integrado a mapas, esse sistema mostra imagens registradas em ruas de diversas cidades do mundo, exibindo rosto de pedestres, placas de carros, fachadas de casas e de estabelecimentos comerciais, por exemplo.

google-Pittsburgh.jpg
Área da residência do casal, que mora em Pittsburgh. Eles processaram o Google, após serviço divulgar imagens de sua casa. (Foto: Reprodução )


Segundo o site de tecnologia “Cnet”, Aaron e Christine Boring abriram o processo em abril de 2008, sob o argumento de que o Google ignorou (seus) interesses em relação à privacidade, quando as câmeras do Street View capturaram imagens da residência do casal, depois de ultrapassar os sinais indicando que aquela era uma “rua privada”.



No processo em que pediam mais de US$ 25 mil em danos, eles afirmaram que a exibição da casa no Street View trouxe “sofrimento” e fez com que o valor do imóvel caísse. Além disso, os Boring solicitaram na Justiça a remoção dessas imagens no serviço do Google.

Na terça-feira (17), diz a “Cnet”, o tribunal responsável pelo caso divulgou que o casal não conseguiu comprovar nenhuma de suas alegações. “Ironicamente, o processo dos Boring fez com que eles se expusessem ainda mais, já que continha inclusive o endereço de sua casa”, diz a “Cnet”.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia ... OOGLE.html