•  
     

Casal é suspeito de manter abatedouro de cães e vender carne

Duas pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira por suspeita de manter um abatedouro de cães no bairro Miguel Badra, na cidade de Suzano (Grande São Paulo). Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), a carne dos animais era vendida.

Ainda de acordo com a secretaria, a polícia investigou o casal por cerca de um mês. Nesse período, constatou que os animais eram pegos nas ruas da cidade, ficavam presos para engorda e eram mortos. A carne era vendida para a comunidade oriental, informou a pasta. Dois restaurantes do bairro Bom Retiro, na região central de São Paulo, foram identificados como possíveis compradores.

A polícia ressaltou que o abatedouro funcionava havia cerca de três anos. Foram apreendidos no local um cão vivo, duas mesas de abate, um freezer com carne armazenada, além de ganchos e outros materiais.

O casal e o material apreendido foram encaminhados para a 2º Delegacia de Saúde Pública, do DPPC (Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania), responsável pela investigação.

Imagem
BY: Folha Online
 
aa que isso véi não acredito -.-