•  
     

Brasil quebra galho da Nasa

Cientistas da aeronaútica desenvolvem supercanhão que pode revolucionar as missões espaciais.

Uma laser muito potente de cerca de 2,5 bilhões de watts(equivale a 25 milhões de lâmpadas), é disparado contra a traseira de um foguete. Incrivelmente quente atinge a temperatura de 25mil graus celsius, ou 5 vezes a temperatura do Sol- o raio gera uma onde calor que faz o ar se expandir e empurra o foguete a 7700Km/h(7 vezes a velocidade do som). Pode parecer uma tecnologia de ficção científica, mas já existe- e no Brasil. o Supercanhão laser foi criado no Instituto de Estudos Avançados da Aeronaútica(IEAV), em São José dos Campos-Sp, e está sendo desenvolvido junto com os EUA. A grande vantagem do laser é que ele permite lançar foguetes carregando pouco ou nenhum combustivel a bordo- o que poderá revolucionar as viagens espaciais.
Hoje 5% da carga de um foguete é útil( satelites, astronautas e etc). Todo o resto 95% é o peso do combustivel.
A nova tecnologia poderá deixar os lançamentos espaciais até 100 vezes mais baratos e seguros já que os astronautas vão sentados numa verdadeira bomba de oxigênio e hidrogênio líquidos prontos para explodir a qualquer momento, esse risco não existira pois a nave não levaria combutível.
O supercanhão será testado com um pequeno foguete não tripulado, cujo o primeiro voo está programado para 2013.

Imagem

fonte: game vicio