•  
     

Bovespa recua 0,52% e dólar bate R$ 2,28

Após um início turbulento, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) tentou reagir e chegou a virar tendência, mas manteve o ritmo moderado de perdas visto na última hora de negócios. Na cena externa, as Bolsas européias amenizaram as perdas enquanto Nova York ainda registra alta significativa. O câmbio, que chegou a R$ 2,52, recuou para R$ 2,28 com intervenções do Banco Central.

Leia a cobertura completa da crise nos EUA
Entenda a evolução da crise que atinge a economia dos EUA
Veja os países e instituições financeiras afetados diretamente pela crise

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, desvaloriza 0,52% e atinge os 34.887 pontos. O giro financeiro é de R$ 1,60 bilhão. Nos EUA, a Bolsa de Nova York tem ganho de 1,86%.

A ação preferencial da Petrobras, com volume de R$ 309 milhões, retrai 1,07%, enquanto o papel da Vale, que movimenta R$ 240 milhões, sofre baixa de 0,82%.

O dólar comercial é negociado a R$ 2,282 na venda, em declínio de 4,03%. A taxa de risco-país marca 684 pontos, número 1,03% acima da pontuação anterior.
Philippe Wojazer/Reuters
O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou medidas para estimular economia

As principais Bolsas européias já registram ganhos, a exemplo de Paris (0,27%) e Londres (1,33%), com exceção de Frankfurt (recuo de 1,61%).

Entre as primeiras notícias do dia, o Departamento do Trabalho dos EUA revelou que aumentou em 15 mil pedidos o total de solicitações de auxílio-desemprego, que somou 478 mil na semana passada. Analistas do setor financeiro trabalhavam com estimativas de um total de 470 mil pedidos para o período. Para economistas, é um sinal de desaquecimento econômico forte quando essas solicitações de auxílio-desemprego são superiores a 400 mil pedidos.

E reforçando o alcance global da crise, o Banco Central de Hong Kong anunciou uma injeção de US$ 500 milhões no mercado de câmbio. Na França, o presidente Nicolas Sarkozy anunciou a criação de 'fundo de intervenção' para intervir em companhias com problemas de caixa. Ontem, o governo brasileiro divulgou uma medida provisória que autoriza os bancos estatais Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil a comprarem participações em outras instituições financeiras.

Ontem à noite, o governo brasileiro informou que a alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) foi zerada para a aplicação no mercado de capitais e operação de empréstimos e financiamentos externos.

Ainda no front doméstico, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que a inflação medida pelo IPCA-15 foi de 0,30% em outubro, ante 0,26% em setembro. O número bate com as expectativas de bancos e corretoras divulgadas até ontem. O IPCA-15 é considerado como um indicador prévio do índice de preços utilizado no regime de metas do governo: o IPCA.

Fonte: Uol