•  
     

Atlântida: O Continente Perdido

A Atlântida. Talvez seja esse o maior mistério do mundo. Será que ela realmente existiu um dia? E se existiu o que de terá de fato acontecido? Existem outras civilizações e outros continentes perdidas, mas sem dúvida, é a Atlântida que chama mais a atenção.

Platão, o filósofo grego, descreveu em seu livro, "A Atlântida", diversas teorias que tratam da existência e desaparecimento do continente. Segundo os especialistas, a Atlântida teria desaparecido há mais ou menos 10.000 ou 12.000 anos atrás, e que as causas podem ter sido várias. A mais conhecida é a do continente ter sido submerso devido ao fim da última glaciação pelo qual o planeta passou. Há cerca de 80.000 anos atrás começou esse período, e acabou justamente entre 10.000 e 12.000 anos atrás. A consequência do fim do período glacial é o derretimento de grande parte do gelo acumulado e o consequente aumento do nível dos Oceanos. Daí a submersão do continente.

Outra questão que intriga e provoca discussões entre os especialistas, é sobre a localização do continente. A maioria acredita que a Atlêntida teria se localizado onde hoje é o Oceano Atlântico (por isso o continente se chama Atlântida), entre os EUA e a Europa. Os estudiosos usam como argumento, o fato do litoral do brasileiro se "encaixar" quase com perfeição no litoral africano, e do litoral leste dos EUA não combinar com o litoral europeu.

Existem vários historiadores ou arqueólogos que viajam pelo mundo em busca de alguma prova ou até mesmo atrás da prórpia Atlântida. Alguns afirmam que o continente estaria localizado em alguma parte da América do Sul, já que segundo Platão "a Atlântida está a oeste do Atlântico". Alguns dizem também que a Atlântida poderia ser uma cidade, não um continente. Isso porque segundo geólogos seria impossível um continente inteiro afundar. Outros afirmam também que a história da Atlântida não seria nada mais do que um produto da imaginação fértil de Platão, que ele teria escrito a história da Atlântida para criticar a sociedade da época, já que a Grécia antiga era uma nação muito desenvolvida, e como toda nação desenvolvida, teria também suas corrupções.

Mas existem cidades que foram descobertas ao longo dos séculos que podem ser provas da existência da Atlântida. Um exemplo disso seria as ruinas de uma cidade de um antigo império existente no Peru, Tihuanaco. Esse antigo império era muito próspero, com uma sociedade muito desenvolvida. Encontra-se perto a alguns quilômetros das ruinas da cidade um grande canal que seria usado para navegação, para que navios pudessem ir a vários pontos do Império de Tihuanaco. Segundo especialistas esse canal é semelhante ao descrito por Platão em seu livro sobre a Atlântida.



A Civilização Atlante
Dizem que a civilização atlante tinha uma sabedoria muito avançada, tanto que todos se entendiam pela mente. Com essa grande sabedoria realizaram grandes avanços em diversas áreas do conhecimento. Realizaram viagens espaciais, com intercâmbio com outros planetas do sistema solar.

A sociedade atlente era dividida em duas classes socias: a dos homens de face resplandecente, ou de face amrela, que eram os mais espiritualizados; os de face tenebrosa, ou da face vermelha, que eram os poucos espiritualizados. Segundo antigos escritos, os de face tenebrosa teriam tomado o poder, obrigando os de face resplandecente a se refugiarem no interior das montanhas. Isso provocou uma grande divisão da nação atlente. Além dos conhecimentos na área científica, os atlantes também tinham grande conhecimento das forças da natureza. Mas, porém, com tanto conhecimento não conseguiram impedir que essas forças naturais destruíssem com tudo, e não deixando nenhum vestígio de sua existência.

Clique aqui e Veja, vídeos sobre Atlântida

Fonte: http://br.geocities.com/matheusgm/atlantida.htm
 
Muito interessante, Anderson... :D