•  
     

Aranha Camelo - A devoradora de soldados

Andou circulando pela internet um e-mail com a seguinte história: “A Aranha Camelo. Elas correm 10 milhas por hora, são aranhas noturnas, só saem de dia a menos que fiquem na sombra”. Essa aranha costuma correr atrás das pessoas em busca de suas sombras e são encontradas diariamente por soldados americanos no deserto do Iraque”.

aranha-camelo.jpg


Dezenas de soldados já sofreram ataques da Aranha Camelo e acordaram com seus membros mutilados, já que a aranha em sua picada injeta uma substancia chamada Novocaína, que anestesia e paralisa as vítimas dando tempo suficiente para ela mastigar braços ou pernas dos soldados durante a noite. “Imagine acordar e encontrar uma dessas na sua tenda”.
Essa história teria origem durante a Guerra do Golfo, quando a foto foi tirada, e estaria sendo relançada agora.

aranha.jpg


A história seria fantástica se não fosse alguns probleminhas: Analisando a foto vemos que a foto foi tirada muito próxima a lente, dando efeito de filme “B” das décadas de 70 e 80, já que o animal não passa do tamanho de 7cm. Apesar do animal ser conhecido pelo nome de Aranha-camelo, não é uma aranha, ele é um aracnídeo da ordem dos Solifugae (foge do sol), repare o abdômen segmentado, diferente do corpo das aranhas e mais aproximado ao do escorpião.



Realmente a aranha-camelo e bastante rápida e possuem hábitos noturnos, foram batizados com o nome de aranha-camelo porque costumam usar pelos de camelos para aquecer suas tocas e não por se alimentarem deles, esses animais se alimentam de pequenos lagartos e invertebrados.

aranha-camelo3.jpg
aranha-camelo3.jpg (34.59 KiB) Visto 12272 vezes


Ao contrario do que diz o mito, apesar de sua picada ser muito dolorosa não é venenosa, aliás, a Novocaína é uma substancia sintética usada por dentistas como anestésico, sendo impossível o uso por um aracnídeo, a menos que ele fosse as compras numa farmácia.

Fonte: http://www.montanha.bio.br/biox01.htm