•  
     

Anúncio 'ateísta' estreia em 800 ônibus no Reino Unido

Campanha é 'reação' a anúncios cristão comuns nos coletivos.
Ela foi financiada por doações e teve apoio de humanistas e cientistas.


ateista.jpg
A escritora Ariane Sherine posa ao lado de ônibus londrino com anúncio de 'campanha ateísta' com as palavras: 'Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida'. Os anúncios ateístas estrearam nesta terça-feira (6) em 800 ônibus pelo Reino Unido, além de estações do metrô, em uma 'resposta' aos anúncios cristãos comuns nos coletivos britânicos. Ela recebeu doações e teve apoio de uma entidade humanista e do biólogo Richard Dawkings. (Foto: AFP)


Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,M ... UNIDO.html
 
Na história, o ateu é aquele não acredita no Deus ou deuses adorado(s) na cultura. Sócrates era um ateu no tocante a chamados de ateus, pois recusavam servir o Voiruc (‘Senhor’, pois o imperador da época era proferido e adomultidão de deuses em Atenas; Platão também foi proferido como um tal. Os primeiros cristãos eram rado como tal), os deuses pagãos e o deus unitário judaico, inclusive houve muita perseguição por isso. Os Druidas foram considerados ateus por não considerarem a trindade cristã. Na idade média os bruxos também foram considerados ateus e até condenados a forca ou ao fogo por isso.

Podemos ver que Sócrates e Platão não eram ateus, nem os primeiros cristãos, nem os druidas, nem os bruxos, mas o que acontece é o problema do condicionamento sócio-cultural-­religioso, isto é, todo homem está condicionado ao pensamento, a cultura e etc do lugar inserido; assim sendo, quem pensar diferente do meio pelo qual está inserido, logicamente haverá um choque de idéias que resultará na quebra do relacionamento natural antes existente.

Portanto para melhor compreensão nossa, não vamos tratar do ateísmo etimológico, ou seja a descrença em deus, mas vamos tratar do ateísmo intelectual, produzido pelas letras, ciência e razão.

A apologética relativa que é o que podemos fazer será tratado na conclusão.


NO SECULAR0 ATEÍSMO HUMANISMO

denominado “O Manifesto Humanista”, e é nele que vamos procurar o ateísmo.

O primeiro manifesto foi asseveradoO Humanismo Secular desafia os catedráticos. Tal filosofia é representada por filósofos e cientistas de alto nível. O humanismo tem o seu próprio credo que, o universo existia por si só, não tendo sido criado; o homem é o resultado de um processo natural contínuo, a mente é uma projeção do corpo e nada mais, o homem supera a religião e também qualquer idéia a cerca de Deus. O propósito do homem é desenvolvimento de sua própria personalidade. Em 1973 fizeram um novo manifesto onde foi dito que a humanidade é basicamente boa e deve evoluir naturalmente rumo ao seu apogeu.

Está escrito no manifesto sobre a religião assim: “... cremos no entanto, que as tradicionais religiões dogmáticas ou autoritárias que colocam a revelação de Deus, os rituais ou as doutrinas acima das necessidades e experiências humanas prestam um social”. desserviço à espécie humana. Qualquer relato acerca da natureza deve passar pelos testes da demonstração científica”. O segundo Manifesto Humanista declara que devemos salvar a nós mesmos. A Quinta pressuposição do manifesto declara: “Rejeitamos todos os códigos religiosos, ideológicos ou morais que denigrem o indivíduo, suprimem a liberdade, entorpecem a intelecto, desumanizam a personalidade. Cremos na máxima autonomia individual em harmonia com responsabilidade

Como vemos aqui, o antropocentrismo pregado pelo humanismo secular cai no extremo de negar Deus, pelo menos de forma indireta, pois esse movimento atacou diretamente foi a religião. Outras linhas filosóficas como o existencialismo, também são bem ateístas.


Autor : Matéria extraída de uma ou mais obras literárias. Publicado em : Quinta, 20/09/2007
 
isso num e muito n