•  
     

AMD Radeon HD 7990

Custando US$ 999, produto conta com suporte à resolução 4K e apresenta nada menos que 8,6 bilhões de transistores.

Imagem

A Advanced Micro Devices (AMD) revelou na última terça-feira (23) as especificações oficiais da nova placa de vídeo Radeon HD 7990. Contando com dois chips baseados na arquitetura Tahiti, a novidade é um verdadeiro monstro tecnológico que conta com 8,6 bilhões de transistores que propiciam um desempenho sem igual na hora de rodar games.

Segundo a desenvolvedora, o novo produto é capaz de lidar com conteúdos pesados em resolução 4K sem qualquer problema. Graças à tecnologia AMD Eyenfinity, é possível usar com GPU para trabalhar com até seis monitores de forma simultânea — característica já bem conhecida por quem acompanha os lançamentos da empresa.


Especificações técnicas
8,6 bilhões de transistores

4.096 processadores stream capazes de gerar um poder computacional de 8,2 teraflops;

Suporte a resolução 4K;

Suporte a até 6 GB de memória GDDR 5;

Conexão PCI Express 3.0;

Bandwith de 96 GB/s.

O preço de venda sugerido pela empresa é de US$ 999, o que deixa claro que o produto é voltado somente ao mercado de entusiastas. Quem decidir levar a placa de vídeo para casa leva como brinde os games BioShock Infinite, Tomb Raider, Crysis 3, Far Cry 3 Blood Dragon, Hitman Absolution e Deus EX: Human Revolution.

Segundo Devon Nekuchuk, diretor de produtos gráficos da AMD, a nova placa de vídeo bate facilmente o desempenho da GeForce GTX 690, produzida pela rival NVIDIA. Ele afirma que o dispositivo é tão poderoso que consegue rodar jogos pesados como Crysis 3 na resolução 3840x2160 sem qualquer queda de desempenho.

“Queríamos suporte à maior quantidade possível de memória, porque games de alto desempenho estão famintos por isso”, justificou Nekechuk. Segundo ele, o dispositivo estava presente nos computadores que a Electronic Arts usou para demonstrar o aguardado FPS Battlefield 4.

O executivo garantiu que o novo dispositivo também se destaca por produzir uma quantidade mínima de barulho. Dados divulgados pela companhia afirmam que a GPU produziu ruídos de 37,8 dBAs, valor inferior àqueles produzidos pela GTX 690, que em testes alcançou uma média de 47,5 dBAs.



Fonte: http://www.tecmundo.com.br/