•  
     

Alemães inauguram megamostra de múmias

Cadáveres vêm do Egito mas também das Américas, do Pacífico e até da Europa.
Exposição tem ainda seção sobre criogenia, a 'mumificação do futuro'.


A maior exposição de múmias da história acaba de ser inaugurada na Alemanha, com 70 tipos diferentes de corpos mumificados e exemplares de todo o mundo, segundo organizadores.

Múmias-tatuadas-de-cultura-do-Pacífico.jpg
Múmias tatuadas de cultura do Pacífico


A exibição, com o título "Múmias, sonho de uma vida eterna", acontece no Museu Zeughaus, na cidade de Mannheim, e apresenta uma variedade de corpos mumificados natural e artificialmente dos tempos do Antigo Egito, assim como de outras regiões (Ásia, Ilhas do Pacífico, América pré-colombiana e Europa).

Bugio-mumificado-vem-do-México-pré-colombiano.jpg
Bugio mumificado vem do México pré-colombiano


Entre os destaques estão a múmia de uma criança encontrada em um pântano no norte da Alemanha na década de 1950 e a de um cachorro de 3.000 anos. A mostra também divulga técnicas de preservação do corpo humano através de congelamento.

Mulher-mumificada-do-Império-Inca.jpg
Mulher mumificada do Império Inca


"A criogenia agora é a palavra-chave no sonho da vida eterna", afirmou um funcionário do museu, referindo-se ao método de preservar corpos de humanos e de animais em temperaturas extremamente baixas.

A idéia da técnica é que esses seres, que não têm condição de serem mantidos vivos pela medicina convencional, possam ser ressuscitados por alguma tecnologia inovadora no futuro.

Corpo do século 17 foi preservado em cripta de igreja da Hungria.jpg
Corpo do século 17 foi preservado em cripta de igreja da Hungria


Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0, ... UMIAS.html