•  
     

Afetado pela crise, Google pode demitir

SÃO PAULO - O Google avalia dispensar colaboradores para reagir à crise. Demissões poderiam afetar 10 mil trabalhadores, diz WebGuild.

google.jpg
Sem alarde, Google planeja diminuir força de trabalho
google.jpg (63.57 KiB) Visto 155 vezes



O site WebGuild gerou alarme no Vale do Silício ao divulgar um ambicioso plano de cortes que poderá afetar 10 mil trabalhadores que prestam serviços para o Google.

De acordo com números que o Google declara à SEC, órgão que fiscaliza empresas com ações na Nasdaq, a companhia tem 20 mil funcionários.


Pelas regras da SEC, planos de demissões devem ser avisados aos acionistas antes de serem implementados. Para não gerar alarme, o Google planejaria efetuar as demissões num universo de outros 10 mil trabalhadores que, embora trabalhem para o gigante da web, possuem contratos com empresas terceirizadas que prestam serviços ao Google.


Atribuindo às informações à fontes de dentro do Google, o WebGuild diz que as demissões já estão acontecendo e afirma que cerca de 500 trabalhadores de empresas que o Google contrata já foram dispensados.


O Google cresce de forma acelerada desde sua fundação e absorve novos profissionais todos os meses no mundo todo. A crise financeira global, no entanto, ameaça colocar um freio na expansão do Google.

Fonte: http://info.abril.com.br/aberto/infonew ... 008-51.shl