•  
     

Acidente mata dois jogadores e treinador do Brasil de Pelota

Uma das torcidas mais apaixonadas do interior do país está de luto. Dois jogadores e um preparador do Brasil de Pelotas morreram num acidente no RS. Os corpos serão velados no estádio do clube.

A tragédia chocou os moradores da cidade gaúcha. A torcida do Brasil de Pelotas, que disputa a série A do campeonato gaúcho, é uma das mais fiéis do estado. A bandeira do clube amanheceu a meio mastro.

“Isso é a pior coisa que 2009 poderia dar ao torcedor”, lamentou o policial militar Fernando Tavares, emocionado.

O time retornava de um jogo amistoso em Vale do Sol (RS), na região central do estado. O ônibus vinha pela rodovia estadual 471. O acidente aconteceu por volta das 23h30 da quinta-feira, na curva de acesso à BR-392, a 170 quilômetros de Porto Alegre.

Ao fazer uma curva, o motorista perdeu o controle do veículo, que acabou tombando e caindo num barranco de quase 30 metros de altura. No acidente, morreram o ídolo do clube, o atacante uruguaio Cláudio Milar, o zagueiro Régis Gouvêa e o preparador de goleiros, Giovani Guimarães. Outros 28 feridos foram levados para o pronto-socorro de Pelotas.

O velório acontece no gramado do estádio Bento Freitas. A torcida, que tantas vezes comemorou lá a vitória do time, agora chora a perda de seus ídolos. “Estou doente. Isso não sai do meu coração para o resto da vida”, disse um torcedor.

fonte:/jonalglobo