•  
     

A história secreta do Vale do Silício

Leandro
Guru Acemprol
Guru Acemprol
Mensagens: 4182
Registado: 12 set 2008 15:36
As origens da tecnologia avançada em que as empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, que praticamente ditam as regras do mundo tecnológico contemporâneo, remetem à Segunda Guerra Mundial. Já em 1939, os alemães tinham desenvolvido sofisticados sistemas de radares, capazes de identificar os bombardeiros aliados e caças inimigos, muito antes de sermos capazes de impedir tal tipo de detecção. Por isso, os militares norte-americanos estabeleceram um laboratório secreto em Harvard, chamado Radio Research LAB (RRL).

vale-do-silicio.jpg


Graças ao trabalho ali desenvolvido, descobriu-se uma maneira de confundir os alemães em seus esforços de identificar as aeronaves aliadas. Um jogo de gato e rato se seguiu: os americanos encontravam uma maneira de confundir o radar, os alemães encontravam um jeito de contorná-la – e todos tinham que desenvolver novos métodos para burlar os novos dispositivos.

Entra em cena Fredrick Terman, que havia sido selecionado em Stanford para chefiar o RRL em Harvard. Terman retornou para lá depois da guerra para comandar a cadeira de engenharia da escola. Assim, ele estendeu os programas da universidade nas áreas de Engenharia, Ciências e Estatística. Dois de seus alunos de Engenharia, por sinal, foram William Hewlett e David Packard, fundadores da HP. Foi Terman quem analisou seus trabalhos e sugeriu que eles abrissem a própria empresa.

Pavimentando o caminho do Vale

O trabalho de Terman no RRL pavimentou a estrada para o que é hoje o Vale do Silício, de acordo com Steven Blank, membro da Haas School of Business da Universidade da Califórnia em Berkeley. Blank é empreendedor e profundo conhecedor da história do local e falou sobre o assunto no Museu da História do Computador em Mountain View, Califórnia, numa recente excursão de campo.

Segundo Blank, Stanford recebeu, durante a guerra, cerca de US$ 50 milhões em fundos para pesquisas militares, enquanto Harvard, o MIT e outras instituições da Costa Leste norte-americana receberam o restante dos US$ 450 milhões destinados às pesquisas especiais para os tempos de guerra. Quando Terman voltou para Stanford, propôs que a Universidade criasse sua própria escola de ponta no campo da Engenharia, um lugar que também pudesse receber fundos expressivos dos órgãos militares.

De fato, sob os auspícios de Terman, Stanford não demorou a se transformar no MIT da Costa Oeste. A escola logo se viu envolvida em todo tipo de pesquisas relacionadas às microondas de rádio e à detecção de radares, além de desenvolver programas de especial interesse militar, como as pesquisas com semicondutores. Nos anos 50 e no começo da década de 60, novos tipos de pesquisa entraram em cena, agora guiados pelos interesses não só dos militares, mas também da CIA e da NSA.

Na época, Stanford recebia fundos dessas agências todas e o crescimento do Vale do Silício pode ser relacionado a estes antigos financiamentos governamentais. Porém, Blank argumenta que, embora este fator tenha inaugurado a vocação do Vale do Silício como berço tecnológico norte-americano, dois outros fatores centrais foram determinantes para que o lugar se estabelecesse de vez como a capital mundial da tecnologia.

O primeiro (e talvez mais importante) foi a decisão do professor Terman – que se tornou reitor de Stanford em 1955 – de minimizar o licenciamento de propriedade intelectual, encorajando seus alunos de graduação a abrir as próprias companhias e, assim, vender eles mesmo a tecnologia que haviam desenvolvido. Isso pavimentou o caminho para a abertura de companhias como Ampex, GE Microwave, Granger, Litton, Varian, Watkins Johnson e outras. Blank se refere a este modelo como o “primeiro motor de empreendimentos do Vale do Silício”.

jobs-1984.jpg
jobs-1984.jpg (19.37 KiB) Visto 5197 vezes


O segundo veio como resultado de uma grande mudança do governo norte-americano em relação à aplicação de impostos. Foi isso que realmente permitiu ao Vale do Silício – e a todos os tipos de novos negócios que surgiam nos EUA – levantar o capital inicial necessário para a abertura de novas empresas. De acordo com Blank, o governo dos Estados Unidos, em 1979, cortou as taxas sobre os ganhos de capital de 45% para 28%. Tal medida causou um salto na disponibilidade de crédito e permitiu que companhias como Apple (foto acima, com o então novato empreendedor Steve Jobs), Netscape, Sun, Yahoo! e outras fossem fundadas. E, como se diz por aí, o resto é história. Blank se refere a esse cenário como o “segundo motor de empreendimentos do Vale do Silício”.

As invenções de Babbage

Se você tem algum interesse, mínimo que seja, por tecnologia, recomendamos uma visite ao Museu da História do Computador e a sua sensacional coleção com os produtos que moldaram a era digital. No momento, o ponto alto da coleção é uma recriação da máquina diferencial de Babbage, que é freqüentemente citado como o pai dos computadores, mas, ironicamente, embora ele os tenha inventado, jamais chegou a construí-los.

A máquina original, finalmente montada no começo da década de 90, foi inteiramente baseada nos seus projetos e desenhos – e está atualmente exposta no Museu de Ciências em Londres. Porém, uma versão idêntica e em pleno funcionamento está justamente no Museu da História do Computador. A construção desta réplica foi encomendada e financiada por Nathan Myhrvold, ex-diretor-chefe de tecnologia da Microsoft.

É surpreendente caminhar pelo museu- é como seguir uma trilha de todas as lembranças que temos sobre a história desta indústria. Estão à mostra vários mainframes da IBM e minicomputadores DEC PDP. Também fazem parte da exposição os primeiros computadores da Apple, os primeiros microprocessadores e exibições históricas sobre o armazenamento de arquivos e a origem da Internet. Qualquer pessoa interessada em tecnologia vai adorar ver tudo isso em primeira mão.

Fonte: http://pcmag.uol.com.br/conteudo.php?id=1119
  • Similar Topics
    Autor
    Respostas
    Visualizações
    Última Mensagem

Voltar para “Brasil”

  •  
     

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Bing [Bot], Exabot, Google Feedfetcher e 5 visitantes