•  
     

10 Cientistas destruídos por seus próprios experimentos

Nós devemos muito aos cientistas desta lista: todos foram mortos ou feridos ao buscar o conhecimento científico. Os avanços que todos realizaram para a ciência são extraordinários e muitos deles cimentaram o caminho para algumas das maiores descobertas e invenções.

Karl Scheele foi um brilhante químico farmacêutico que descobriu muitos elementos químicos com o mais notável deles sento o oxigênio (apesar de Joseph Priestley haver publicado a descoberta antes), molibdênio, tungstênio, manganês e cloro. Ele também criou um processo bastante similar à pasteurização. Karl tinha o hábito de experimentar o sabor de suas descobertas e felizmente conseguiu sobreviver ao teste do sabor do cianeto de hidrogênio, um composto extremamente tóxico. Mas infelizmente a sua ’sorte’ acabou: ele faleceu com sintomas extremamente similares ao envenenamento por mercúrio.

davy0.gif
Karl Scheele
davy0.gif (44.46 KiB) Visto 4026 vezes


Jean-Francois foi professor de física e química. Em 1783 ele testemunhou o vôo do primeiro balão do mundo o que criou nele paixão por voar. Depois de colaborar no vôo de uma galinha, de um pato e de uma ovelha, ele fez o primeiro vôo tripulado livre em um balão. Ele viajou a uma altitude de mais de 900m usando um balão de ar quente. Em seguida ele planejou cruzar o Canal Inglês ao ir da França para a Inglaterra. Ao atingir a metade da altura máxima de seu primeiro vôo, o seu balão, que usava uma combinação de ar quente e gás, desinflou, causando sua queda e morte. Sua noiva morreu oito dias depois, possivelmente por suicídio.

3376147.jpg
Jean-Francois De Rozier



Sir David foi um inventor, cientista e escritor escocês. O seu campo de interesse era a óptica e a polarização da luz — um campo que exige visão excelente. Ele realizou um experimento químico em 1831 que o deixou quase cego. Apesar de a sua visão haver retornado ele permaneceu com problemas de visão pelo resto da sua vida. David é bastante conhecido por haver inventado o caleidoscópio — um brinquedo usado por milhões de crianças todos os anos.

2634120.jpg
Sir David Brewster


Elizabeth Fleischman Ascheim casou-se com seu médico, Dr. Woolf logo que sua mãe faleceu. Por causa de sua posição médica, Woolf era bastante interessado na nova descoberta de Wilhelm Conrad Röntgen: os raios X. Elizabeth ficou igualmente interessada e deixou seu emprego como contadora para estudar a ciência elétrica. Em um momento ela comprou uma máquina de raios X e criou o primeiro laboratório de raios X em São Francisco, EUA. O casal passou alguns anos fazendo experimentos com a máquina, usando a si mesmos como cobaias. Infelizmente eles não perceberam as conseqüências da sua falta de proteção e Elizabeth morreu de uma forma violenta de câncer que havia se espalhado pelo seu corpo
Lizascheim.jpg
Lizascheim.jpg (15.28 KiB) Visto 3986 vezes



Alexander foi um médico, filósofo, economista, escritor de ficção científica e revolucionário russo. Em 1924 começou experimentos com transfusão sanguínea, as quais realizava em si mesmo. Ele declarou que havia parado sua calvície e melhorado a sua visão. Infelizmente a ciência das transfusões era jovem e Alexander não examinava a qualidade ou o doador do sangue que injetava em suas veias. Em 1928 ele recebeu uma transfusão de sangue infectado com malária e

page10tr.png
Alexander Bogdanov
page10tr.png (64.26 KiB) Visto 3978 vezes


Robert Bunsen é conhecido por haver dado seu nome ao Bico de Bunsen (imagem ao lado), que é utilizado até hoje nos laboratórios. Ele iniciou a sua carreira científica em química orgânica, mas quase morreu duas vezes por envenenamento por arsênico. Logo após quase haver morrido duas vezes ele perdeu a visão em um olho, depois de uma explosão de cacodilo de cianeto. Depois de três excelentes razões para mudar de campo ele passou a trabalhar com química inorgânica e passou a realizar experimentos no campo da espectroscopia.

6989-004.jpg
6989-004.jpg (22.48 KiB) Visto 3979 vezes


Sir Humphrey Davy, o brilhante engenheiro químico e inventor, teve um início de carreira bastante difícil. Como jovem aprendiz ele foi demitido de seu emprego como farmacêutico por causar muitas explosões. Quando ele finalmente passou para a carreira de químico, adquiriu o hábito de inalar vários gases com os quais lidava. Felizmente o seu mau hábito o levou a descobrir as propriedades anestésicas do óxido nitroso, o gás do riso, usado hoje pelos dentistas. Mas infelizmente este mesmo hábito o levou a quase morrer em muitas ocasiões. Durante este tempo ele causou danos permanentes nos seus olhos por causa de uma explosão de tricloreto de nitrogênio. Os envenenamentos freqüentes o tornaram inválido pelas suas duas últimas décadas de vida.

12396-004.jpg
Sir Humphrey Davy
12396-004.jpg (33.81 KiB) Visto 4263 vezes


Graças aos ferimentos nos olhos de Sir Humphrey Davy, Faraday tornou-se seu aprendiz. Ele melhorou os métodos de eletrólise de Davy e fez importantes descobertas no campo do eletro-magnetismo. Infelizmente ele seguiu alguns passos infelizes de seu tutor e Faraday também teve problemas de visão devido a uma explosão de cloreto de nitrogênio. Ele passou o restante de sua vida sofrendo de envenenamento químico crônico.

faraday_sprott.jpg


Em 1898, Marie Curie e seu marido Pierre descobriram o elemento químico rádio. Ela passou o restante de sua vida realizando pesquisas sobre radiação e estudando terapia com radiação. Sua exposição constante à radiação fez com que ela desenvolvesse leucemia e levou a sua morte em 1934. Marie foi a primeira pessoa conhecida a receber dois prêmios Nobel em dois campos diferentes: química e física. Ela também foi a primeira professora mulher da Universidade de Paris.

curie.jpg
curie.jpg (9.39 KiB) Visto 3956 vezes


O trabalho de Galileu no refinamento do telescópio abriu locais remotos do Universo para as gerações futuras, mas também acabou com a sua visão. Ele era fascinado pelo Sol e passou muitas horas observando-o — o que o levou a danos extremos nas suas retinas. Esta foi a causa mais provável de sua quase cegueira com a qual viveu os últimos quatro anos de sua vida. Por causa de suas descobertas alguns se referem a ele como o “pai da física moderna”.

image002.jpg
image002.jpg (23.25 KiB) Visto 3964 vezes


Fonte: http://hypescience.com/10-cientistas-de ... rimentos/1
 
o prestígio tem o seu preço.....
ás vezes a propria vida.
 
conserteza
 
shauhusa maneiro...
 
o homem sempre quer ser mas do quer seu criador porisso eles acaba sendo destruido pelos seus ivento.